Tid  4 timmar 17 minuter

Koordinater 1395

Uploaded den 13 juni 2020

Recorded juni 2020

-
-
259 m
138 m
0
4,1
8,1
16,3 km

Visad 260 gånger, ladda ned 19 gånger

i närheten av Gaiata, Aveiro (Portugal)

- Trilho circular sem marcações, com pequenos troços comuns aos "Percursos pedestres das Caldas de São Jorge", com início e fim junto da padaria / pastelaria Crisnuel, em Milheirós de Poiares;
- Decorre ao longo de caminhos rurais, estradões de terra, piso asfaltado e caminhos de bosque pelas margens do rio Uíma, entre Miheirós de Poiares e as Caldas de São Jorge;
- Trilho com características técnicas fáceis, sem desníveis acentuados e que se realiza num curto espaço de tempo. Apresenta muita sombra, pelo que é uma boa opção para dias muito quentes;
- A primeira metade do percurso atravessa várias zonas urbanas (sem especial motivo de interesse). Porém, a partir das Caldas de São Jorge, e coincidindo com o "Percurso do rio Uíma", este trilho torna-se extremamente bonito, tendo em conta toda a envolvente ao rio Uíma, levando-nos ao longo de um pequeno paraíso verde, sempre com as águas do rio por companhia, Aqui, sim, a experiência de contacto com a natureza é mesmo gratificante;
- Um excelente trilho para se realizar na primavera e Verão (e também no no outono). Como atravessa duas praias fluviais, com parques de merendas, é altamente sugestivo que no final se desfrute destes locais, aliando o convívio ao relaxe e lazer que os mesmos proporcionam.


__________________________________________________________________________________________



- CALDAS DE SÃO JORGE (TERMAS)
Na Vila de Caldas de S. Jorge, a 25 km do Porto, encontrará o refúgio ideal para recuperar o seu equilíbrio físico e psicológico, face às tensões da vida moderna. Com longa tradição termal, as Termas de São Jorge são reconhecidas pelas qualidades terapêuticas das suas águas sulfurosas no tratamento de doenças das vias respiratórias, pele e do foro músculo-esquelético. Acompanhando a nova filosofia termal, cujo conceito não se esgota na noção de atividade terapêutica mas valoriza cada vez mais a prevenção e a promoção da saúde, as Termas de São Jorge oferecem ainda uma gama de tratamentos vocacionados para o bem-estar físico e psicológico. Apresentar uma oferta termal integrada, num ambiente acolhedor e com o profissionalismo de técnicos qualificados, é a missão das Termas de São Jorge.


- PERCURSO PEDESTRES DAS CALDAS DE SÃO JORGE
Se quer desfrutar da beleza que a natureza lhe oferece, surpreender-se com a sua diversidade e riqueza em fauna e flora ou aventurar-se pelos trilhos ao longo das margens de um rio, o rio Uíma, a União de Freguesias de Caldas de S. Jorge e Pigeiros é o local a visitar. O rio Uíma é um afluente da margem sul do rio Douro, que corre predominantemente de sul para norte, banhando também Caldas de S. Jorge e Pigeiros. O leito e as margens do rio são o depositário de um rico património natural. Na contemplação da diversidade dos habitats naturais, numa envolvente de grande valor paisagístico e ambiental, o visitante é convidado a um contacto estreito com a natureza, para dela beber a paz e o bem-estar. Ao longo das suas margens, encontrará terrenos inundáveis, manchas de vegetação paludícola, zonas de bosque de folhosas, muros de pedra solta, mosaicos agrícolas e sebes naturais, bem como estruturas humanas de grande interesse, como os moinhos de água, os açudes e os parques de lazer: Parque da Várzea, Parque do Uíma, Parque da Ilha e Parque das Termas. Em cada recanto, encontrará o refúgio ideal para recuperar o equilíbrio físico e emocional. Poderá, igualmente, praticar desporto, percorrer os trilhos demarcados e, no final, visitar as seculares Termas de S. Jorge. Estas, já com uma longa tradição termal, são reconhecidas pelas qualidades terapêuticas das suas águas, captadas numa única nascente, a 90 metros de profundidade, com uma temperatura natural de 23°C. É o local ideal para terminar um dia de contemplação ou de aventura! As acolhedoras freguesias de Caldas de S. Jorge e Pigeiros, oferecem vários outros pontos de interesse histórico e gastronómico que, aliados à envolvente natural e à simpatia das suas gentes, fazem destes locais destinos privilegiados para uns dias de descanso.

- PERCURSO DO RIO UÍMA:
Inicia-se no centro da localidade e acompanha as margens do Rio Uíma seguindo o trilho dos Caminhos de Santiago até ao Parque de Lazer da Várzea, regressando ao ponto de partida pela margem oposta. O percurso inicia-se na zona urbana, por entre parques urbanos muito bem cuidados, até entrar num zona florestal, sempre junto ao rio. Destaca-se uma zona de moinhos antigos em ruínas e a parte em comum com o caminho de Santiago/Fátima, onde as setas amarelas/azuis nos vão guiando. O percurso é relativamente pequeno (pouco mais de 6 km) e é uma boa proposta para quem quiser esticar as pernas num ambiente agradável.
Extensão: 7 km
Duração: 01h30
Ponto de partida e chegada: quiosque
Tipo de percurso: circular
Tipo de terreno: terra batida e alcatrão
Grau de dificuldade: alto

- PERCURSO DO CALVÁRIO:
Extensão: 5 km
Duração: 01h00
Ponto de partida e chegada: quiosque
Tipo de percurso: circular
Tipo de terreno: terra batida e alcatrão
Grau de dificuldade: médio

- PERCURSO DA ILHA:
Extensão: 1 km
Duração: 00h15
Ponto de partida e chegada: quiosque
Tipo de percurso: circular
Tipo de terreno: terra batida
Grau de dificuldade: baixo
Bro

pontelha de pedra

träd

bosque

Flod

rio Uíma

O rio Uíma é um afluente da margem esquerda do rio Douro, cuja bacia hidrográfica ocupa uma área de cerca de 72 km2. Nasce no lugar de Duas Igrejas, na freguesia de Romariz, concelho de Santa Maria da Feira e tem a sua foz em Crestuma, no concelho de Vila Nova de Gaia, ligeiramente a jusante da barragem de Crestuma-Lever. A bacia hidrográfica do rio Uíma é um dos principais locais de valor paisagístico e ambiental do concelho de Santa Maria da Feira. O projeto de reabilitação do rio Uíma está a ser desenvolvido em várias fases e tem como objetivo principal a reabilitação de todo o rio Uíma. Nesta primeira fase do projeto, a área abrangida refere-se a uma secção da sua bacia hidrográfica, que se situa na transição de formas de relevo mais acidentadas a nascente, e de formas onde predominam declives mais suaves a poente, abrangendo as freguesias de Fiães e Lobão. As zonas húmidas e espaços ribeirinhos têm sido habitados desde as primitivas civilizações devido à elevada produtividade destes ecossistemas e aos numerosos bens e serviços que fornecem, tais como, alimentos, água e matérias-primas. A exploração destes recursos modificou as características naturais do meio de acordo com as necessidades humanas. Os rios e as zonas húmidas estão entre os ecossistemas mais ameaçados do mundo por poluição e destruição destes espaços. No entanto, onde existem, albergam um legado de elevada importância biológica e cultural.
Waypoint

passadiços (Caldas de São Jorge)

Na Envolvente às Termas de Caldas de S. Jorge, encontram-se espaços calmos junto ao rio Uíma, onde a natureza fascina. É uma zona de saúde e bem estar, para lazer e desporto, com observatórios de animais e peixes, uma Ilha, açudes, zonas ajardinadas, espaços aromáticos e a fonte das Termas. Este parque tem diversas infra-estruturas das quais se destacam os percursos pedestres e os trilhos Termais, ginásio ao ar livre, parque infantil, restaurantes, bares, com esplanadas, quiosque, WC público, zonas de picnics e eventos.
Vattenfall

açude

Waypoint

passagem sob ponte (N223)

Flod

rápidos

Bro

ponte de Azevedo

Bro

ponte de Santiago

Bro

ponte Moinho da Verga

Bro

ponte romana do lugar de Várzea

Ruin

moinho

Ruin

moinho

Ruin

moinho

Picknick

Parque do Uíma

Building of interest

moinho recuperado

Waypoint

carreiro junto ao rio Uíma

Ruin

moinho

Bro

pontelha de madeira

Picknick

Parque da Várzea

Kommentarer

    You can or this trail